segunda-feira, 27 de maio de 2024

    Quando a luz, ainda suave da manhã de sábado, iluminava a nossa escola, fui inundado por uma onda de alegria ao testemunhar a participação calorosa dos pais dos nossos alunos no torneio final de badminton. 

    Este encontro não foi apenas uma competição desportiva; foi um testemunho vívido do poder transformador da união e colaboração.


    O entusiasmo palpável que esteve presente neste evento foi uma prova viva de que, apesar dos desafios sociais que enfrentamos, ainda há espaço para momentos de pura felicidade e empatia. 

Numa época onde a solidariedade parece escassa, estas iniciativas não são apenas bem-vindas, mas essenciais. Elas não só fortalecem os laços entre pais e filhos, mas também enriquecem a experiência educativa das nossas crianças e jovens.


    Nesta manhã radiante, os  5 campos de badminton que temos desenhados no nosso pavilhão tornaram-se o palco de uma jornada emocionante, onde mães, pais e filhos se uniram num espírito de competição, camaradagem e empatia. 


    As mães exalavam alegria, os pais irradiavam entusiasmo, e os filhos aplaudiam com fervor. Foi um espetáculo dentro do próprio espetáculo, onde a contagiante alegria se tornou a principal protagonista.


    Mais do que apenas um evento desportivo, esta manhã simbolizou o poder da participação dos pais na educação dos seus filhos. Ao envolverem-se ativamente nas atividades escolares, os pais não apenas demonstram apoio aos seus filhos, mas também reconhecem e valorizam o trabalho árduo dos professores. Portanto, é imperativo que continuemos a promover iniciativas que incentivem esta participação ativa dos pais, pois não só enriquece o ambiente escolar, mas também fortalece os laços entre a comunidade escolar e a família.


    Agradeço profundamente a todos os que contribuíram para o sucesso deste evento - pela presença, participação, colaboração e ajuda. São momentos como este que dão significado à nossa vida como professores e pais. São exemplos como estes que moldam o caráter das nossas crianças, transmitindo valores como alegria, companheirismo, solidariedade, empatia e fairplay. 


    Que este seja apenas o primeiro de muitos momentos memoráveis que compartilharemos como uma comunidade escolar unida.





           



Muito obrigado e até para o ano.


Fernando Ferreira

25 de maio 2024







domingo, 19 de maio de 2024

Visita de Estudo a Paris

Visita de Estudo a Paris - 9.º E 

No dia 4 de abril partimos do Porto para concretizarmos o nosso sonho de visitar a tão desejada cidade de Paris. Estávamos todos muito ansiosos, quer nos dias anteriores, quer no aeroporto.

Foram quatro dias muito preenchidos e bem aproveitados. Durante esses dias pudemos conviver uns com os outros, praticar a língua francesa e apreciar a beleza desta cidade tão bela.

Quando chegamos ao aeroporto de Paris, um autocarro que nos esperava conduziu-nos ao nosso hotel onde deixamos as nossas malas e daí fomos almoçar a um restaurante que nos acolheu durante os dias que lá estivemos, com muita variedade à nossa disposição. Os nossos pratos preferidos eram os panados de frango com batata frita e também a lasanha. Depois do almoço fomos fazer uma city-tour pela cidade, passando pelos monumentos mais emblemáticos da cidade. 

Caminhamos um pouco a pé até à Catedral do Sacré-Coeur, uma catedral lindíssima, imponente e inspiradora. Foi muito especial, porque a localização permitiu-nos usufruir de uma vista magnífica da cidade. Gostamos muito de passear por Montmartre, um dos bairros típicos de Paris. Contactamos com artistas a pintar e a mostrar as suas obras a quem passava pelas ruas. Também ouvimos cantores que nos agradaram muito pelas ruas deste bairro dos pintores. Desfrutamos muito deste ambiente tão acolhedor!

Depois do jantar fomos fazer um passeio de barco. A beleza noturna de Paris foi muito apreciada no passeio de “bateau-mouche” pelo rio Sena. Conseguimos ver a Torre Eiffel a iluminar-se às 22h em ponto, no fim do cruzeiro. Estava uma noite tranquila e serena e apreciamos muito a beleza da cidade-luz.

A partir deste dia as viagens foram sempre realizadas de metro que nos levava a todo o lado, sem problemas. Só tínhamos de ter muita atenção na entrada e saída: sempre com o nosso grupo e o professor que nos acompanhava.

No segundo dia levantámo-nos muito cedo para visitar a Disneyland, “o mundo do sonho e da magia”. O dia inteiro passado na Disneyland  foi o nosso dia preferido. Vivemos lá muitas emoções e aventuras. Até o tempo ajudou, porque a chuva parou para que nos pudéssemos divertir imenso. Apreciámos o desfile das várias personagens da Disney de manhã e novamente à tarde. A diversão culminou com o espectáculo nocturno. Foi belíssimo de luzes, cores e músicas.

No terceiro dia visitamos a famosa Torre Eiffel. A subida à torre foi um dos momentos mais aguardados. Subimos até ao terceiro andar de elevador. Tivemos muita sorte, porque estava um dia muito luminoso e pudemos apreciar vistas periféricas da cidade. Foram imagens únicas que não esqueceremos. 

Neste dia encontrámo-nos com o primeiro grupo. Almoçámos todos juntos e passeamos pelos Jardins des Tuilleries, uma vez que o nosso restaurante se situava em frente a este magnífico jardim e muito perto do Louvre. 

Depois do almoço, despedimo-nos do grupo 1 e fomos passear a pé pela Madeleine,  Place Vêndome e Ópera Garnier, em direção às Galerias Lafayette, onde tivemos tempo livre para ver as lojas, comer um gelado, subir ao terraço com vistas maravilhosas, tirar fotos e descansar.

Depois do jantar, seguimos até ao Centro Pompidou e Les Halles, visitamos o Quartier Latin, o bairro latino, e vimos do exterior, uma vez que está a ser restaurada, a Catedral Notre Dame. 

No último dia, depois do pequeno-almoço, caminhamos a pé até ao Museu do Louvre onde pudemos apreciar várias obras de arte da Antiguidade egípcia, grega e do Médio Oriente. O nosso maior destaque foi mesmo a “Gioconda” e a Vénus de Milo. Gostamos muito deste museu com as suas pintura e esculturas tão famosas, num ambiente tranquilo e tudo muito bem organizado.

Queremos agradecer à nossa escola que nos proporcionou esta incrível viagem, ao nosso guia, Senhor Óscar, que nos deu a conhecer tantas belezas de Paris, aos professores que nos acompanharam sempre com muita atenção para que tudo corresse pelo melhor e aos nossos pais que nos proporcionaram, com muito sacrifício, uma viagem inesquecível!


sábado, 18 de maio de 2024

Quadros de Mérito e Excelência


No passado dia 10 de maio, realizou-se, no Pavilhão Municipal da Lavandeira, em Vila Nova de Gaia, a Cerimónia de Entrega dos Diplomas dos Quadros de Mérito e Excelência do Agrupamento de Escolas Soares dos Reis, referente ao ano letivo de 2022/2023.



A Cerimónia teve início com o discurso da Diretora do Agrupamento, Manuela Machado, que enalteceu o empenho, o trabalho e a perseverança dos alunos na obtenção dos excelentes resultados académicos.


Seguidamente, tomaram a palavra a vice-presidente da Câmara Municipal de Gaia, Marina Mendes, e o representante da Equipa Diretiva da Junta de Freguesia de Mafamude, José Soares, que congratularam, igualmente, os alunos, destacando a importância da dedicação e envolvimento de toda a comunidade escolar na promoção do sucesso educativo.



Os Diplomas de Excelência foram os primeiros a ser distribuídos e deixaram muitos alunos felizes e orgulhosos.


Seguiu-se a distribuição dos Diplomas dos Quadros de Mérito do 4.º ao 9.º Ano, intercalados com belos momentos de atuação artística de canto e dança. 



A terminar esta magnífica celebração, um grupo de alunos cantou “We are the World”.

Foi uma noite muito especial, que reuniu alunos, pais, professores, assistentes operacionais e ilustres convidados em torno de um propósito comum — premiar e incentivar o esforço na obtenção de excelentes resultados escolares.



Filipa Jorge e Joana Reis, 8.º A


segunda-feira, 13 de maio de 2024

Grupo-equipa de Padel Escolar

 Grupo-equipa de Padel Escolar

No passado dia 8 de maio de 2024, o nosso Grupo-equipa de Padel Escolar deslocou-se ao Clube de Ténis do Porto para disputar o 3º Encontro de Padel Escolar do Desporto Escolar.

A nossa Escola esteve representada por 13 alunos que formaram 7 duplas nos escalões etários de Juvenis, Iniciados e Infantis B (masculinos, femininos e mistos).

Os nossos alunos estiveram mais uma vez muito empenhados, dedicados, e com um comportamento e postura irrepreensíveis, fatores relevantes quando se está a representar a nossa Escola.

Os resultados continuam a ser muito encorajadores, facto este que nos enche de alegria e com a certeza de que estamos no caminho certo. Por isso, vamos continuar a fazer o nosso caminho,

com a convicção de que no encontro final vamos ser dignos de honrar o nome da nossa Escola.

Para aqueles que acham que podem ainda melhorar e acreditam que com o trabalho árduo podemos ser ainda melhores, deixo aqui uma frase muito inspiradora de Edson Arantes do Nascimento, mais conhecido como Pelé “O sucesso não acontece por acaso. É trabalho duro, perseverança, aprendizado, estudo, sacrifício e, acima de tudo, amor pelo que você está fazendo

ou aprendendo a fazer”.

Bem haja a todos os Pais pela presença, ajuda e colaboração constante.

Um agradecimento especial, a Encarregada de Educação do aluno Lucca Cerruti, Sra. Alessanda Palma, pela reportagem fotográfica realizada nos três encontros.

Os resultados dos nossos alunos foram os seguintes:

Infantil B Feminino

  • Nicole Barros (6ºI) / Victória Moreira (6ºI) – 2º Lugar

Infantil B Masculino

  • Amadeu Costa (6ºJ) / Lucca Cerruti (6ºJ) – 1º Lugar
  • Afonso Valério (6º I) / Alexander Svystun (6º I) – 3º Lugar
  • Vasco Miranda (6ºJ) / Guilherme Tavares (6º C) – 5º Lugar

Iniciados Femininos

  • Mariana Barros (9º B) / Matilde Gomes (ESAG) - 1º Lugar

Iniciados Masculino

  • Pedro Almeida (7ºC) / Gustavo Correia (8º D) – 3º Lugar

Juvenis Misto

  • Matilde Gomes (ESAG) / Nuno Pacheco (EPG) – 1º Lugar

segunda-feira, 6 de maio de 2024

Viagem de Finalistas a Paris

Viagem a Paris  

No dia 3 de abril de 2024, por volta das sete da manhã, dirigimo-nos ao Aeroporto Francisco Sá Carneiro. Estávamos muito ansiosos e, ao mesmo tempo, felizes e eufóricos. Era um misto de emoções. Para alguns de nós foi a sua primeira viagem de avião, que decorreu com serenidade e sem turbulência. 

Quando chegámos a Paris, havia um autocarro que nos levou ao hotel, onde ficaríamos alojados durante quatro inesquecíveis dias. Esta viagem de autocarro ficou marcada por momentos de alegria e de muitas cantorias. Saídos do hotel, fomos em direção ao restaurante onde faríamos todas as animadas e variadas refeições.

Após o almoço, fizemos um City tour por Paris, ficando a saber mais sobre a sua cultura e testemunhando a vivacidade dessa belíssima cidade. Antes de voltarmos ao restaurante para jantar, fomos a um dos shoppings mais emblemáticos de Paris “Les Galéries Lafayette”, onde, através do terraço, conseguimos ter uma vista panorâmica de praticamente toda a cidade. Já de noite, fizemos um “cruzeiro”, no Bateau Mouche, sur La Seine, tendo apreciado os belíssimos monumentos iluminados e aproveitando aquele momento para descansar e para poder descontrair junto daqueles de quem mais gostamos.

Após esta visita, fomos em direção ao hotel para repousar, depois de um dia extenuante. 

Recuperadas as energias para o segundo dia, no qual iríamos visitar a Disneyland Paris, acordámos por volta das sete horas, tomámos o pequeno-almoço no hotel e seguimos para o autocarro que nos ia levar ao local onde iríamos passar o melhor dia da viagem. Chegados ao parque, pudemos andar livremente em grupos superiores a três pessoas e usufruir daquele dia ao máximo. Ficámos a conhecer diversões como o “Ratatouille”, o “Hyperspace Mountain”, o “Avengers” e muito mais. Na hora de almoço, cada um podia almoçar onde bem lhe apetecesse, e a opção mais escolhida foi, naturalmente, o “Mc Donalds” pelo facto de ser mais económico e algo que toda a gente conhecesse. Ao final da noite, todos tivemos o privilégio de assistir ao grande espetáculo de luzes e fogo de artifício no emblemático castelo da Disney. Depois de um dia incrível cheio de memórias para recordar e também uma mistura de muita chuva e muito sol, regressámos ao hotel de autocarro, onde iríamos dormir para estarmos preparados para o terceiro dia. 

Já com as energias recuperadas, acordámos um pouco mais tarde do que no dia anterior e fomos mais uma vez tomar o pequeno-almoço para nos abastecermos para o dia que viria, pois iríamos visitar o Louvre, um dos museus mais conhecidos do mundo. Lá, pudemos ver obras conceituadas como o “Escravo Agonizante”, a “Vénus de Milo”, o quadro “La liberté guidant le peuple” e o principal de todos, a “Mona Lisa”, um quadro lindíssimo e com muita procura entre os turistas. Infelizmente, não tivemos a possibilidade de visitar a exposição do Antigo Egito, por se encontrar encerrada, o que nos deixou um pouco dececionados. Após esta visita, fomos almoçar, e depois da hora do almoço, tivemos a liberdade de poder andar e investigar mais um pouco as ruas e as lojas perto do restaurante. Depois deste momento de descontração, seguimos para a belíssima basílica do Sacré Coeur, onde estava a decorrer uma missa, e também espetáculos de rua, algo típico do local. É de salientar a vista maravilhosa sobre Paris, que pudemos admirar, ao som de música ao vivo, apresentada por vários grupos de artistas de rua. O passeio pela Place des Peintres foi o último momento deste percurso, marcado pelos vários talentosos pintores, e pela degustação de saborosos e tradicionais gelados e crepes.

De seguida, voltámos ao restaurante para jantar cedo, seguindo-se uma caminhada pela cidade, onde tivemos a oportunidade de apreciar um pouco mais as ruas (Quartier Latin), monumentos (Notre Dame) e como é a sua vida noturna. Não podemos esquecer a exposição sobre o 25 de abril de 1974, em Portugal, localizada em frente à Câmara Municipal de Paris. Por fim, voltámos ao hotel mais cedo que o comum, de metro, para podermos descansar, de forma a usufruirmos do último dia. 

Acordando por volta das sete e trinta para tomar o pequeno-almoço, arrumámos as malas e saímos para viver mais uma esperada aventura: a subida à Tour Eiffel. Chegados ao local, tivemos de esperar numa longa fila, passar por sistemas de segurança e aguardar os elevadores que nos levariam ao cimo da Torre. Estávamos ansiosos e empolgados com o que viria. No segundo andar, aproveitámos aquele momento para tirar fotografias e para apreciar a vista. Enquanto alguns já iam descendo, outros queriam ir mais além. Então, só os mais corajosos subiram ao topo da Torre, onde puderam apreciar a vista gigantesca da cidade. Já quando o relógio marcava as doze e trinta, tivemos obrigatoriamente de descer para irmos almoçar.

Após o almoço, ainda tivemos um curto período para comprar os últimos “souvenirs” e para guardar momentos. De seguida, com o autocarro à nossa espera, fomos em direção ao aeroporto para podermos voltar ao nosso país do qual alguns já tinham muitas saudades.

 Na hora de embarque, houve pequenos percalços, mas nada que nos impedisse de prosseguir viagem para o nosso país natal. A viagem decorreu de forma tranquila, com apenas alguns momentos de turbulência à mistura. Chegando ao aeroporto Francisco Sá Carneiro, todos tínhamos os familiares à nossa espera com muitas saudades e curiosidade das nossas peripécias. Era um sentimento mútuo. 

O que todos nós retirámos desta viagem foi que, apesar de ter sido um ótimo destino, o que nos fez gostar tanto dele foi a companhia e as pessoas com quem passámos estes maravilhosos dias: fizemos novas amizades, conhecemos novas pessoas, mas o mais importante a reter é que vivemos os quatro dias mais felizes das nossas vidas. A moral desta viagem é: Não importa o que fazemos, mas sim com quem o fazemos. Este momento vai ser algo que nunca vamos esquecer, histórias que os nossos filhos e netos nos vão ouvir contar. 


Paris 2024, 9.ºB 

 


Podemos Voar

"Podemos voar"

Como uma andorinha que pode voar
Para onde quiser e por onde entender,
Todos devem poder dizer
E todos devem poder fazer
O que a liberdade indica,
Embora a liberdade não tenha instruções
Nem regras para seguir,
Mas, quando todos são livres,
Atrás da andorinha podem ir.

Rodrigo Eufrázio, 7.º A


Projeto "Missão 360" - 1.º Prémio no "Desafio de Natal"

Na passada sexta-feira, a nossa Escola recebeu a mascote do Projeto "Missão 360" que veio entregar o prémio ao nosso aluno Afonso Valério, 6.° ano. O Afonso conseguiu o 1.° Lugar, a nível nacional, no desafio de Natal em que participou.

Um orgulho e uma grande alegria para a turma, Diretor de Turma e Escola. Parabéns!




João Filipe Pereira (Diretor de Turma)




sábado, 4 de maio de 2024

Reportagem - João Manuel Ribeiro


 Matilde Zenha, 7.º C

O Teatro Veio à Escola


No dia 29 de abril, a Companhia ETCetera Teatro veio à nossa escola.

A peça que vi, O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá, trouxe-nos uma história feliz e divertida, com personagens complexas e uma trama cativante. Uma das características mais marcantes da produção foi a forma como se abordaram temas contemporâneos.

O elenco desempenhou os seus papéis com muita dedicação e talento. Cada ator mostrou compreender profundamente a sua personagem, conseguindo performances emocionantes que cativaram a plateia.

Outro aspeto que merece destaque foi a cenografia e a iluminação. O cenário adequado criou o ambiente perfeito para a ação se desenvolver, enquanto a iluminação subtil, porém eficaz, destacou momentos-chave e as emoções das personagens.

A trilha sonora proporcionou melodias suaves e envolventes que acentuaram os sentimentos das personagens, contribuindo para os melhores momentos da peça.

Para concluir, devo dizer que gostei imenso da peça. Destaco a parte em que o Gato Malhado e a Andorinha Sinhá se apaixonaram. Também gostei imenso da atuação do “Doutor Sapo Cururu”.

Esta peça de teatro foi inspirada na obra homónima do renomado autor brasileiro Jorge Amado.  


Matilde Teixeira, 8.º C